Grohe tem potencial para ser ídolo

Após quatro anos de titularidade de Victor, Marcelo Grohe se torna o novo dono da camisa 1 sem dever nada para o antecessor – Foto: Divulgação UOL

Há quatro jogos sem sofre gol, Marcelo Grohe corrobora o seu bom momento com a camisa 1. Nos 15 jogos como titular neste Campeonato Brasileiro, em sete não foi vazado, somando apenas 13 gols sofridos. A última vez que teve de buscar a bola no fundo das redes foi em 15 de agosto, na derrota contra a Portuguesa. Desde 2011, o arqueiro pedia passagem e fez o torcedor esquecer Victor, enquanto este se recuperava de lesão. Somado às sucessivas falhas do então titular por quatro temporadas, o momento era mudar de goleiro no Olímpico.

Até por essa razão, a saída de Victor, no final de junho, foi um baita negócio para todos os lados. O Grêmio vendia um goleiro com 29 anos por R$ 8 milhões, que não conseguia se manter como o melhor arqueiro do Brasil após três anos de soberania e, ao mesmo tempo, dava espaço para outro jogador promissor no setor. Para o próprio ex-camisa 1 gremista, mudar de ares era necessário, pois questionamentos quanto ao seu rendimento eram corriqueiros. Ao Atlético Mineiro, enfim o clube achou um goleiro digno de titularidade na Cidade do Galo.

Atualmente, Grohe é mais goleiro que Victor e pode trilhar o caminho para, quem sabe um dia, se tornar ídolo do torcedor gremista. O goleiro vem mostrando estrela, inclusive, em Grenais. Sobretudo, na partida contra o Palmeiras, fez defesas decisivas, como vem realizando nos últimos jogos.

Taça BH

Grêmio conquistou o bicampeonato da Taça BH contra o Flamengo – Foto: Divulgação  Grêmio

Não pude assistir ao jogo entre Grêmio e Flamengo, pela final da Taça BH de Futebol Junior. Mesmo assim, a conquista do segundo troféu da competição, após vitória nos pênaltis por 4×3 contra o Flamengo (0x0 no tempo normal), merece citação. Parabéns a todos os envolvidos por essa conquista.

Anúncios

Um comentário em “Grohe tem potencial para ser ídolo

  1. Anderson disse:

    Grohe sempre passou confiança ao Grêmio e ao torcedor, e mais desde o Grenal de 2011 vi que o Marcelo não “amarela” em clássico, já o Victor não podia enxergar o D’Alessando. Hoje o Grohe vive um bom momento, espero que continue assim. E parabéns ao time Junior do Grêmio, honrou a camisa, principalmente o nosso goleiro Ygor, fechou a meta gremista e deu o título ao tricolor defendendo dois pênaltis.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s