Grêmio, Ganso e Santos

Segundo o jornal O Estado de São Paulo, o Grêmio entrou na briga por Ganso; Pelaipe nega as tratativas – Foto: Fernando-Dantas / GazetaPress

Depois das propostas de Internacional e São Paulo, o jornal O Estado de São Paulo noticiou a entrada do Grêmio pela disputa do meio-campista do Santos, Paulo Henrique Ganso. De acordo com o veículo, o técnico Vanderlei Luxemburgo telefonou para o jogador com intuito de descobrir se o mesmo teria interesse em jogar no Estádio Olímpico. O atleta teria sinalizado positivamente. Contudo, o diretor-executivo Paulo Pelaipe negou a veracidade da informação. Além disso, a multa rescisória com o clube da Vila Belmiro se torna outro entrave.

Creio que Ganso seja um craque, embora ainda busque uma sequência de jogos para se reafirmar como tal. Não esqueço que o Grêmio somente não conquistou o título da Copa do Brasil em 2010 graças à atuação do meia nas semifinais contra o Santos, principalmente aquele chute de longa distância na baixada santista, resultando na abertura do placar na segunda partida. Todavia, caso tal informação seja verdadeira, será necessário questionar a viabilidade financeira dessa contratação, que tanto Inter como o São Paulo buscaram com propostas oficiais.

O grande problema envolvendo a contratação do meia passa, inicialmente, pela relutância do Santos em vendê-lo no Brasil. Sobretudo, o clube praiano tem direito a 45% dos direitos econômicos do atleta, enquanto que o o grupo de investidores DIS possui os outros 55%. Logo, os dirigentes alvinegros não querem perder um centavo do que têm direito, ou seja, R$ 23,8 milhões. Para isso, um clube interessado terá de desembolsar a multa rescisória completa, que chega a R$ 53 milhões, ou apenas o valor integral da fatia que convém ao Santos, podendo negociar uma redução de custo por parte da DIS. O São Paulo, impulsionado pela venda do meia Lucas ao Paris Saint-German (vendido por R$ 108 milhões ), chegou a  oferecer R$ 28 milhões para ter o jogador, mas teve uma resposta negativa da Vila Belmiro.

Por essa razão, não acredito na hipótese de Ganso vestir, em curto prazo, a camisa do Grêmio, muito embora haja uma boa relação entre o Tricolor e o Santos (recentemente, ambos trocaram figurinhas entre Miralles e Elano), e que este prefira vender o jogador a um clube de fora do estado. Já o salário na casa de R$ 500 mil ao jogador não seria problema no Olímpico. Então a não ser que o presidente alvinegro, Luis Álvaro de Oliveira aceite abrir uma exceção ao colega Paulo Odone e negociar o meia por valores mais viáveis, sua vinda é totalmente descartável financeiramente, mesmo com a ajuda de investidores. Tampouco vale os dirigentes gremistas entrarem de cabeça nessa longa novela, pois isso pode atrapalhar o foco dos jogadores no Campeonato Brasileiro e Copa Sul-Americana.

Anúncios

Um comentário em “Grêmio, Ganso e Santos

  1. Anderson disse:

    Seria uma grande contratação, acho o Ganso um ótimo jogador. Apesar de ser quase impossível devido aos valores da negociação. Com Ganso e mais uns dois jogadores, acreditaria na conquista da LA13 (se confirmando a vaga), pois o Grêmio ficaria com um dos melhores elencos do Brasil. Quem sabe… Tudo pode acontecer… Vamos Grêmio!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s