Prévia: Grêmio acerta em ir com força total contra o São Paulo

sao-paulo-x-gremio-lucas-uebel-14-11-16

No primeiro turno, o Grêmio superou o São Paulo por 1 a 0, gol de Douglas. Foto: Lucas Uebel/Grêmio FPBA

Por mais que parte da torcida tenha relevado, a derrota por 3 a 0 contra o Sport na Arena acendeu o sinal amarelo no Grêmio. No Humaitá, tanto o técnico Renato Portaluppi como o presidente reeleito Romildo Bolzan Júnior acreditam que o time não pode perder o ritmo que o levou para decisão da Copa do Brasil contra o Atlético Mineiro, por isso, terá de usar força máxima diante do São Paulo, nesta quinta-feira (17), no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro, na 35ª rodada.

A decisão de usar a força máxima no Morumbi é acertada, pelo nível do adversário e consequentemente pela dificuldade do teste. O Grêmio também não pode perder o enfoque em fazer uma campanha digna pelo Brasileirão, não apenas pela vaga no G6 (na prática, G7 pela quarta colocação do Atlético Mineiro na classificação) à Copa Libertadores da América, mas principalmente pela manutenção da confiança do time diante de oponentes mais qualificados.

30985944855_d6beb16378_z

Renato já sinalizou a pretensão de ir com força máxima no Morumbi. Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

O Grêmio pode perfeitamente usar os titulares contra o São Paulo na quinta-feira e escalar reservas ou time misto contra o praticamente rebaixado América Mineiro na Arena, domingo (20), pela 36ª rodada. Aliás, lanterna no Brasileirão, o time mineiro deve confirmar matematicamente o retorno à Série B de 2017, caso não vença o Flamengo no Mineirão, na quarta-feira (16) ou, mesmo que obtenha os três pontos, basta um empate do Vitória contra o Santos na Vila Belmiro, no dia seguinte, para sacramentar a queda do Coelho.

Então para o duelo contra o São Paulo, o Grêmio deve ter apenas dois desfalques: Kannemann, que levou o terceiro cartão amarelo na partida contra o Sport, será substituído por Wallace Reis na zaga, e Edílson, suspenso pelo STJD (Supremo Tribunal de Justiça Desportiva), dará lugar a Wallace Oliveira na lateral direita. Dessa forma, o time de Renato deve entrar em campo com Marcelo Grohe; Wallace Oliveira, Wallace Reis, Pedro Geromel e Marcelo Oliveira; Maicon, Walace, Pedro Rocha, Douglas e Ramiro; Luan.

Pelo São Paulo

ricardo-gomes-paulo-pinto-sao-paulo-fc-15-11-16

Cueva foi destaque no São Paulo contra o Corinthians, mas deve iniciar a partida contra o Grêmio no banco. Foto: Paulo Pinto/São Paulo FC

Com 45 pontos, o São Paulo está praticamente livre da zona de rebaixamento, porém, precisa da vitória para dar um suspiro de tranquilidade e se focar apenas em 2017 no restante da temporada. A equipe do técnico Ricardo Gomes vem embalada, com goleada sobre o rival Corinthians por 4 a 0, mas teve quatro jogadores convocados por suas seleções nas disputas das Eliminatórias Sul-Americanas para Copa do Mundo de 2018: Cueva (Peru), Rodrigo Caio (Brasil), Julio Buffarini (Argentina) e Eugenio Mena (Chile).

No Clássico Majestoso (como são chamados os jogos entre Corinthians e São Paulo), o peruano Cueva foi o destaque da partida, autor de um gol e três assistências sobre o alvinegro – e voltou a marcar na semana passada contra o Paraguaí. Enquanto o zagueiro Rodrigo Caio tende a ser banco na seleção comandada pelo técnico Tite, o meio-campista será escalado como titular por Ricardo Gareca para o jogo entre Brasil e Peru, em Lima, à 0h15 desta quarta-feira (16), no horário de Brasília.

Já lateral-direito Buffarini deve ser banco na partida em casa da Argentina contra a Colômbia, no Estadio Bicentenario, em San Juan, nesta terça-feira (15), as 21h30. Situação diferente do lateral-esquerdo Mena, provável titular do Chile contra o Uruguai, no Estádio Nacional, em Santiago (Chile), no mesmo horário.

ricardo-gomes-erico-leonan-sao-paulo-fc-15-11-16

Ricardo Gomes deve escalar Rodrigo Caio, Buffarini e Mena desde o começo da partida contra o Grêmio. Foto: Érico Leonan/São Paulo FC

Apesar do técnico Ricardo Gomes testar alternativas no time são-paulino durante a semana (como Lugano na zaga), a tendência é escalar entre os titulares desde o começo Rodrigo Caio e Buffarini, já que ambos não devem retornar desgastados fisicamente, por serem bancos em suas seleções. Titular pelo Chile, Mena também é esperado para o jogo desde o início.

A dúvida, porém, é Cueva, que pode iniciar a partida no banco, pelo menor tempo de repouso, além devido à longa viagem da capital peruana a São Paulo, algo em torno de sete horas de avião. Por essa razão, o meia pode iniciar a partida no Morumbi no banco. Então o provável time de Ricardo Gomes será Denis; Bufarini, Rodrigo Caio, Maicon e Mena (Matheus Reis); João Schmidt, Thiago Mendes, Wesley, David Neres; Kelvin e Chaves.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s