[BR’16: Grêmio 3×0 América-MG] Com a cabeça em Belo Horizonte, Grêmio vence com reservas

30997232402_6b11ba896a_z

Bolaños renasceu com a camisa do Grêmio, foi destaque da partida e renova a esperança na Arena. Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

A bola rolava na Arena Porto-Alegrense na tarde deste domingo (20), mas os 12,2 mil torcedores presentes na vitória dos reservas do Grêmio por 3 a 0 contra o rebaixado América Mineiro dividiam a concentração a outras duas cidades. Uma em Belo Horizonte (MG), onde ocorre a primeira final da Copa do Brasil contra o Atlético Mineiro, no Mineirão, nesta quarta-feira (23). E muitos com rádio de mão, acompanhavam o triunfo de 4 a 0 do Vitória sobre o Figueirense em Salvador (BA), complicando ainda mais a vida do Internacional contra o descenso à Série B.

Poupando os titulares para a primeira decisão da Copa do Brasil, o técnico Renato Portaluppi optou corretamente por testar os reservas. Se o time titular para quarta está quase praticamente fechado, ainda assim era importante ver o desempenho de Everton, que briga por vaga entre os titulares com Pedro Rocha, e dar embalo a Miller Bolaños depois de boas atuações pelo Equador nas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2018.

Embora tenha atuado com uma liberdade que não encontraria em um jogo de melhor nível técnico e tático, Bolanõs foi a melhor notícia da partida, após fazer a mais destacada atuação desde as lesões. O equatoriano correu, orquestrou jogadas, marcou, mostrou empenho e faz o terceiro e o mais merecido dos gols da partida. Por toda justiça, muitos torcedores pedem a Renato que o meia-atacante seja o titular contra o Atlético Mineiro no lugar de Pedro Rocha.

31026259061_ca10b53c79_z

Negueba fez o segundo gol, após cruzamento de Wallace Oliveira e sobra do chute de Guilherme. Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

O jogo também serviu para mostrar que há futuro nas laterais do Grêmio, com atuação destacada para Wallace Oliveira pela direita, que fez o lançamento que originou no segundo gol do time, feito por Negueba, após a zaga rebater o chute de Guilherme. E pelo lado esquerdo, Iago mostrou força e talento, além de cobrar a falta que resultou no gol de Fred para inaugurar o placar na Arena. Os dois laterais são jogadores a serem lapidados para a próxima temporada.

Em campo a partir dos 12 minutos do segundo tempo, o sul-africano Ty voltou a chamar atenção, com a bela assistência a Bolanõs no terceiro gol. Sob o travessão, Léo não foi muito exigido, porém, quando o América Mineiro ameaçou, ele correspondeu com boas defesas. Reservas e especulados para sair, Fred e Negueba voltaram a mostrar serviço com a camisa do Grêmio e podem seguir no time em 2017.

Se uns aproveitaram, outros nem tanto. Everton ainda é uma pedida melhor que Pedro Rocha, mas ficou abaixo dos colegas na partida. Outro que jogou não aproveitou a chance deste domingo foi Guilherme, pelas duas chances de balançar as redes, uma delas no primeiro gol, na qual a zaga rebateu o seu chute e Negueba pegou o rebote, e a terrível finalização na qual Bolaños o deixou cara a cara com o goleiro João Ricardo e o atacante mandou a bola às alturas.

30772489990_b5c44310f4_z

Especulado para deixar o Grêmio, Fred abriu o placar após falta de Iago. Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Com a vitória, o Grêmio sobe para 53 pontos, entra no G7 – zona de classificação para Libertadores – e volta almejar a classificação para Libertadores via Brasileirão. As duas últimas tarefas do Tricolor possibilitam sonhar com seis pontos, em meio às duas decisões da Copa do Brasil: Santa Cruz em Recife (PE) e Botafogo na Arena.

Ajudaria o Grêmio a se manter no G7 um tropeço do Corinthians na Arena Itaquera, zona oeste de São Paulo, contra o Inter, nesta segunda-feira (22). No entanto, o torcedor fará coro para os alvinegros, querem ver o rival na segunda divisão e uma derrota na capital paulista significa a possibilidade de rebaixamento matemático no Beira-Rio na próxima rodada.

Acima de tudo, a vitória dá moral, confiança e faz o elenco se unir ainda mais para grande decisão contra o Atlético Mineiro. A equipe de Renato não vencia há cinco jogos no Brasileirão e precisava evitar mais esse peso para decisão. Agora passado o compromisso na competição, todo foco se volta para Copa do Brasil.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s