Lenda do tapetão de 1992 é mais uma mentira colorada

cyhawhdwqaa7-ay

A questão que nenhum colorado responde: Como houve tapetão em 1992 se o regulamento, fechado em 07 de janeiro, foi respeitado e sem sofrer alteração alguma após o término da Série B, que teve início em 09 de fevereiro?. Imagem: Reprodução

Chega a ser digno de pena observar o que a atual direção do Internacional faz para impedir a possível queda ao Campeonato Brasileiro da Série B em 2017. Agora a cartada colorada é tirar pontos do Vitória pela escalação do zagueiro Victor Ramos junto ao STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), inclusive, enviando o diretor jurídico Giovani Gazen ao Rio de Janeiro. É uma tentativa patética da gestão do presidente Vitório Píffero, que com esse gesto, passa o atestado de não confiar em seus próprios jogadores para reverter o rebaixamento em campo.

Infelizmente, porém, a rivalidade Grenal suscita respostas estúpidas e mentirosas. Em vez de condenar essa tentativa de tapetão da direção, muitos torcedores do Inter tentam colocar em mesa um fato que nunca ocorreu: o tal tapetão de 1992 para beneficiar o Grêmio na Série B. No futebol, “tapetão” significa burlar as regras, enterrar as normas durante ou depois da competição. No entanto, tudo isso nunca ocorreu na segunda divisão daquele ano.

Para começar, o regulamento da Série B de 1992 foi fechado pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol) em 7 de janeiro, no qual ficou acertado que 32 clubes participariam da “Divisão Classificatória” e 12 deles se classificariam para a Série A de 1993 (saiba mais). A estreia do torneio ocorreu em 9 de fevereiro. Portanto, não houve virada de mesa, uma vez que as regras foram respeitadas do começo ao fim. O torcedor pode concordar ou não com elas, é um direito, mas não pode negar que houve respeito ao regulamento.

treino

Vitório Píffero virou a cara de um Inter atrasado, derrotado e arrogante, mistura perigosa que pode afundar qualquer clube. Foto: Alexandre Lops/SC Internacional

Essa mentira é espalhada inclusive por dirigentes colorados, entre eles o Píffero (leia a matéria), quando ele tentava mudar por meio de pressão à Conmebol, as regras da Copa Sul-Americana em 2008, para dar ao campeão o acesso à Copa Libertadores da América no ano seguinte, vaga que não estava prevista no regulamento naquele momento. Isso é virada de mesa: mudar normas durante o torneio em benefício de um clube.

O mesmo Inter de Píffero repete o estilo traiçoeiro fora das quatro linhas, porém, assim como é a sua gestão no futebol, tal ação é desastrosa e mancha a história respeitosa do Inter. Isso porque a própria CBF confirma que Victor Ramos está regularizado no Vitória, pode jogar pela camisa rubro-negra no Campeonato Brasileiro. Esse imbróglio do zagueiro vem desde o Campeonato Baiano deste ano, quando o Bahia também questionou a regularização na inscrição do atleta (saiba mais) e até agora deu em nada.

Pior de tudo é ver poucos colorados indignados com essa ação da direção, uma vez que mais se caracteriza em ataque kamikaze. Sob a falácia do discurso de “defender os interesses do Inter”, essa gestão mostra que desacredita nos jogadores. Logo, como esses mesmos gestores são capazes de motivá-los a uma arrancada para tirar o Inter da Série B nos dois últimos jogos do Brasileirão? E pior pelas bandas do Beira-Rio: dá ainda mais combustível de motivação para o Vitória afundar de vez os colorados. Portanto, parabéns aos envolvidos.

Anúncios

3 comentários em “Lenda do tapetão de 1992 é mais uma mentira colorada

  1. […] prepotente ao dizer que “time grande não caia”, inventava mentiras sobre o Grêmio – como o falso tapetão de 1992. Enfim, Píffero foi um reflexo perfeito das bandas do […]

  2. dimas disse:

    o imortal que mais morre na vida kkkkkkkkkkk

  3. […] prepotente ao dizer que “time grande não caia”, inventava mentiras sobre o Grêmio – como o falso tapetão de 1992. Enfim, Píffero foi um reflexo perfeito das bandas do […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s