[Brasileiro’16: Grêmio 0x1 Botafogo] Derrota que não incomoda, mas serve para lições

31580830975_58032528ff_z

Com pensamento em 2017, o Grêmio recebeu o Botafogo ainda brigando em 2016. Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

A partir do momento em que se confirmou a tendência de time reserva do Grêmio para entrar em campo na última rodada do Campeonato Brasileiro 2016, o Botafogo chegou à Arena na condição de favorito. Nos gramados, um time gremista já relaxado, campeão da Copa do Brasil e com acesso garantido à Copa Libertadores da América. Na torcida, a notícia do dia era o rebaixamento do Internacional à Série B, que se confirmou após os 90 minutos. Toda pasmaceira que os cariocas não compartilhavam, pois ainda brigavam com o Corinthians a vaga para competição sul-americana.

A derrota de 1 a 0 para o Botafogo não incomodou o torcedor e nada mudou no Grêmio, que já tinha liberado os titulares – com exceção de Kannemann, que jogou muito bem – e até o próprio técnico Renato Portaluppi para férias. No entanto, há lições a serem tiradas no revés, e a maior delas é a necessidade de reforçar o elenco gremista para próxima temporada. Também vejo o jogo como uma necessidade de fim de linha para nomes como Henrique Almeida e Negueba no Tricolor, por exemplo.

31435333542_4db22c2c49_z

Único titular presente, Kannemann mostrou mais uma vez que foi a mais bem sucedida contratação de 2016. Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Diferentemente do Grêmio, o Botafogo iniciou a partida a 220 volts, necessitando assegurar as duas vagas restantes para fase preliminar da Copa Libertadores da América no próximo ano e mantendo os olhos nos gramados da Arena e a orelha no Mineirão, em Belo Horizonte (MG), para partida entre Corinthians e Cruzeiro. Assim veio o único gol da partida, em descuido da defesa numa bola aérea, após escanteio, assistência de Joel Carli e conclusão de Bruno Silva nas redes do goleiro Léo.

Após o gol, o Botafogo recuou, fechou bem os arredores do goleiro Sidão e passou a apostar nos contragolpes. Daí surgiu o grande problema do Grêmio na partida, algo que a gente não via no time titular: a dificuldade do toque de bola. Negueba erra absurdamente uma quantidade de passes nas partidas. E a atração principal do time era Miller Bolaños, jogou bem dentro daquilo que era possível, após fazer o gol do Penta da Copa do Brasil na quarta-feira (07). O equatoriano perdeu uma chance ainda no primeiro tempo cara a cara com o arqueiro botafoguense.

31435331082_27b45b8d83_z

Autor do gol do Penta, Bolanõs chegou a balançar as redes, mas estava impedido. Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

A esperança gremista ganhou fôlego segundos antes do encerramento do primeiro tempo, com a expulsão bisonha de Airton pelo segundo cartão amarelo, após bater boca com o próprio companheiro Sassá, também advertido pelo árbitro baiano Jailson Macedo de Freitas. Com um a menos no time carioca, o roteiro da etapa final era claro: Botafogo com nove jogadores de linha protegendo o gol de Sidão e o Grêmio todo ao ataque.

E foi exatamente o que ocorreu na Arena, o Grêmio comandado pelo interino James Freitas cercou o Botafogo no seu campo de defesa. No entanto, de novo faltou a qualidade de criação e o toque de bola. O treinador gremista tentou mudar o panorama, sacou os inoperantes Henrique Almeida e Negueba para promover as entradas de Batista e Guilherme, além de Arthur no lugar de Kaio. A torcida chegou a gritar “gol” – além dos gols do Fluminense, Vitória e Sport –, mas Bolaños estava em posição irregular.

No fim, o Botafogo segurou o Grêmio e se classificou para Libertadores, ajudado pelo próprio esforço, sem depender da derrota do Corinthians contra o Cruzeiro por 3 a 2 no Gigante da Pampulha. Contudo, as duas torcidas estavam em festa, isso porque a derrota nada vale para o torcedor gremista, que em menos de cinco dias, comemorou o Penta da Copa do Brasil e o rebaixamento do Inter. Apesar disso, a partida é um alerta, mais um, de que o Tricolor precisa, além do time titular, qualificar todo o elenco para 2017.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s